Sábado, 14 de Outubro de 2006

Arqueologia e Informática #0001

O mundo da informática tem alcançado avanços significativos não só a nível dos componentes físicos como daqueles, digamos, voláteis, como é o caso do programas e em especial no que diz respeito aos sistemas operativos.

Certamente que todos nos encontramos familiarizados com termos como Windows, Office, Word, Excel, Filemaker, Autocad, Arcview, Corel Draw, entre muitos outros. Todos estes têm um ponto comum... são excelentes programas de trabalho, de grande fiabilidade, e todos são comerciais, ou seja a sua utilização depende do pagamento de uma licença. Não que seja contra o pagamento de licenças de utilização, mas nos últimos tempos tenho-me interessado por uma espécie de “sub-mundo” da informática onde reina o software open licence e outras do mesmo género que não implicam qualquer pagamento para a sua utilização.

Resolvi iniciar uma série de entradas neste blogue, à semelhança do que fiz anteriormente, de Informática e Arqueologia onde iremos introduzir termos como Ubuntu, Gnome, KDE, OpenOffice, Gimp, Scribus, entre muitos outros.

Já desde os anos 90, e não sou assim tão velho como pode parecer, que venho namorando os sistemas Linux, fazendo das tripas coração para arranjar um espacinho no disco rígido para instalá-los. Comecei pelo RedHat, na altura a distribuição mais intuitiva enquanto as restantes – SuSE e Fedora – começavam a despontar, cuja instalação se fazia em ambiente muito semelhante ao DOS e as partições eram criadas manualmente pondo em risco a instalação do Windows e todos os documentos existentes. Como solução, arranjei uma marosca e disse ao meu pai que o disco rígido estava avariado e ele comprou outro... mas a muito custo. Após a instalação deparei-me com um problema: queria escrever textos, trabalhar imagens, entre outras coisas, e o software disponível não me satisfazia, além de me ver em apuros sempre que queria instalar um programa novo.

Após algum tempo desisti. Mais recentemente comecei a inclinar-me novamente para o Linux e o Open Source, e descobri um panorama completamente diferente. Instaladores intuitivos, perfeita coabitação com o Windows e, bastante importante, uma grande oferta de software de excelente qualidade e fiabilidade que cobre todas as áreas: desde sistemas de base de dados poderosas (MySQL, PostgreSQL) a software de SIG, DTP, imagem e processamento de texto.

Vamos então iniciar com a apresentação do Ubuntu 6.06 LTS, um sistema operativo baseado no Linux e que beneficia de suporte comunitário, através da inúmeras comunidades mundiais, e profissional, através da Canonical Ltd. Escolhi o Ubuntu como poderia escolher outro qualquer... instalei-o e gostei do que vi: actualizações diárias, facilidade de interacção e com suporte completo em português.

Links:

Conheça o Desktop do Ubuntu em http://www.ubuntu.com/desktop

Se estiverem interessados em conhecer melhor o Ubuntu visitem http://www.ubuntu.com/Welcome
ou o GuiaUbuntuPT em http://www.guiaubuntupt.org/wiki/index.php?title=Main_Page

Pode fazer o download a partir daqui:
Ou solicitar que lhe enviem Cd's de instalação completamente grátis a partir daqui (https://shipit.ubuntu.com/) - requer registo prévio.

(Nota: Antes de instalar faça uma cópia de segurança de todos os ficheiros actuais caso vá utilizar o mesmo disco onde costuma trabalhar, aplicando-se o mesmo a discos particionados. A solução mais segura e cómoda é a instalação num disco à parte, não se correndo assim qualquer risco em caso de engano).

No próximo post iremos descobrir melhor o Ubuntu, deixando-vos agora com uma imagem do meu ambiente de trabalho.

Desktop do Ubuntu
:
por A. R. às 16:44
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Conheça o novo Caco

. Conferências de Arqueolog...

. Natal do Livro no MNA

. Percepção...

. Lançamento de livro

. Prospecção...

. PRACE

. Graça Morais na Fundação ...

. No Mosteiro de S. Martinh...

. Skull Illusions #001

.arquivos

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds